Apresentação

Gerar, disseminar e debater informações sobre Programas Governamentais de Medicamentos Gratuitos ou Subsidiados é o objetivo principal deste Blog, que é produzido no Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde - LabConsS da FF/UFRJ, com apoio e monitoramento técnico dos bolsistas e egressos do Grupo PET-Programa de Educação Tutorial da SESu/MEC.

sábado, 16 de junho de 2012

Pacientes recorrem à Justiça para garantir acesso a remédios no SUS

video


Cada vez mais pacientes procuram a Justiça para conseguir remédios que não encontram na rede pública. Os gastos do SUS em todo o país cresceram quase 400% entre 2008 e 2011. Muitos brasileiros estão recorrendo a liminares para garantir o acesso a remédios no SUS. A conta é cara, mas é direito das pessoas. Esses remédios não estão na lista do SUS - Sistema Único de Saúde. Muitas vezes, segundo o Ministério da Saúde, são medicamentos ainda em fase experimental. Sem registro na Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - que fiscaliza e garante a qualidade e a eficácia dos medicamentos. De acordo com o Ministério da Saúde, a lista de remédios aumentou de 550 para 810 no ano passado. O ministério ainda explica que para atender às exigências da Justiça, é obrigado a remanejar gastos para tentar evitar que outros pacientes sejam prejudicados.

Fonte: Bom Dia Brasil
Disponível em:http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2012/06/pacientes-recorrem-justica-para-garantir-acesso-remedios-no-sus.html

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Começa vacinação contra meningite em Cabo Frio

video

Surto de meningite atinge dois bairros de Cabo Frio, na Região dos Lagos. Nesta quarta-feira (14), começa a vacinação de bloqueio contra a doença nos bairros Jacaré e Gamboa. Um hospital de campanha vai ser montado para a imunização.



Fonte:Bom Dia Rio. Edição 13/12/2011.
Disponível em:http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1730388-7823-COMECA+VACINACAO+CONTRA+MENINGITE+EM+DOIS+BAIRROS+DE+CABO+FRIO+NA+REGIAO+DOS+LAGOS,00.html

domingo, 9 de outubro de 2011

Onze mil pacientes hemofílicos estão sem remédio preventivo no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, há 11 mil hemofílicos no Brasil. Eles têm de repor o fator de coagulação, remédio que só o governo pode distribuir.

video


É um drama: 11 mil pacientes hemofílicos estão sem um remédio preventivo no Brasil. São pessoas que precisam desse remédio toda semana. Senão, podem passar o resto da vida com sequelas graves. O Ministério da Saúde promete resolver essa questão até o fim do ano com uma mudança radical no tratamento.

O governo promete adotar e disponibilizar o tratamento profilático ou preventivo, que é considerado uma das principais medidas para garantir a integridade física, psíquica e social dos hemofílicos.

sábado, 11 de junho de 2011

Milhões de doses da vacina contra a gripe A perdem a validade

O prejuízo chegou a R$ 78,5 milhões. No fim de 2009, quando o Ministério da Saúde comprou as vacinas, o prazo de validade era de um ano. Mas, em abril de 2010, a Anvisa mudou a orientação e estipulou um prazo menor.

video

Segundo o TCU, na época, o ministério não tomou providências para trocar os lotes nem adotou medidas para receber uma compensação.
O relator do processo do TCU, José Jorge, explicou que o Ministério da Saúde tem prazo de 30 dias para tomar providências.
Em nota, o Ministério da Saúde disse que vai tomar as medidas recomendadas pelo tribunal e informou que o Programa Nacional de Imunização prevê sempre a aquisição de vacinas para 100% do público-alvo, mais 10% como margem de segurança para eventuais perdas e que as doses vencidas estão dentro dessa margem.


Fonte:Jornal Nacional.Edição dia 10/06/2011.
Disponível em:http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/06/milhoes-de-doses-da-vacina-contra-gripe-perdem-validade.html

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Protesto contra a falta de remédios para pacientes com Aids

Um dos remédios que controlam a imunidade de pacientes, o Abacavir, não chega a alguns postos desde dezembro. Também falta Lamivudina, utilizada por 80% dos doentes que recorrem a um dos postos.

video

“Eu trabalho aquele paciente, a cabeça dele, para ele continuar tomando, para ele não interromper e depois ele vem para pegar o medicamento eu falo que não tem, aí é complicado”, explicou a farmacêutica Valéria Silva.

O Ministério da Saúde informou que o estoque de medicamentos nacionais em falta já foi regularizado e confirma a demora para conseguir importar o Abacavir.

“A estimativa nossa de regularização na rede do Abacavir se dá até o final da semana que vem. Essa primeira entrega já nos dá conta do medicamento até o final do ano”, declarou a diretora do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Mariângela Simão.


Fonte:Jornal Nacional.Edição do dia 28/04/2010.
Disponível em:http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2010/04/manifestantes-protestam-contra-falta-de-remedios-para-pacientes-com-aids.html

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Flagrante de venda de senhas para consulta em postos de saúde

O Jornal Hoje mostra a saga de brasileiros que passam à noite em claro para marcar consultas em postos de saúde do Rio de Janeiro e de Pernambuco.

video

A negociação é em frente a um posto de saúde da prefeitura do Rio. Uma mulher dorme ao lado de pessoas que querem marcar uma consulta, mas ela está aqui para ganhar dinheiro.
O dia amanhece e sem saber que estava sendo filmada, oferece o lugar na fila. “Eu faço por R$ 25”, diz ela.
Quanto mais concorrida é a especialidade médica mais comum é a venda das fichas para a marcação de consultas. E não adianta chegar de madrugada para entrar na fila. Quem lucra com a venda das fichas atravessa a noite no posto de saúde.


Disponível em:http://g1.globo.com/jornalhoje/0,,MUL1286959-16022,00-FLAGRANTE+DE+VENDA+DE+SENHAS+PARA+CONSULTA+EM+POSTOS+DE+SAUDE.html

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Mato Grosso do Sul usa homeopatia para prevenção à nova gripe


Medida gera polêmica entre autoridades de saúde e infectologistas.


video

Medicamentos estão sendo distribuídos em postos de saúde e escolas.O medicamento já é usado na prevenção da gripe comum.Serão distribuídas 400 mil doses em postos de saúde e escolas municipais em Campo Grande. Segundo as autoridades de saúde do município, essa é mais uma medida preventiva para fortalecer o sistema imunológico da população. Não é a cura da gripe A.

Fonte:Portal G1.Data:20/08/2009.
Disponivel em:http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL1274869-16726,00-MATO+GROSSO+DO+SUL+USA+HOMEOPATIA+PARA+PREVENCAO+A+NOVA+GRIPE.html